Blog

o-que-acontece-se-eu-nao-registrar-minha-marca

O que acontece se eu não registrar minha marca?

Registrar a própria marca é uma forma de garantir segurança para você e para sua empresa. Mais do que isso: você garante exclusividade para o seus serviços e produtos.

Uma marca consolidada no mercado atrai clientes, traz lucros para o negócio e permite que a empresa mantenha uma curva constante de crescimento.

O registro de marcas é um título emitido junto ao INPI, que garante a posse sobre a marca e impede que terceiros a utilizem de forma indevida.

E se engana quem pensa que a marca serve apenas para nomear uma empresa ou negócio. A marca não faz somente parte da identidade visual, ela também é um dos principais ativos intangíveis da sua empresa e que se bem trabalhada pode render altos lucros.

Caso não registre sua marca, você corre o risco de ter grandes prejuízos. Continue lendo o artigo e saiba mais sobre o assunto.

5 riscos de não registrar sua marca

São vários os riscos que você assume se decidir não registrar sua marca. Elencamos, a seguir, os principais. Confira! 

1.Perder o direito de usar o próprio nome 

Primeiramente, se você não registrar sua marca junto ao INPI, nada garante que ela permaneça sendo sua. Pode acontecer de outra pessoa se apropriar dela porque também gostou do nome.

Você ainda perde o direito de usar a própria marca, caso alguém apareça e diga que a marca pertence a outra pessoa.

2. Ser processado

Em segundo lugar, você pode ser processado! Isso mesmo, você corre o risco de ser acionado judicialmente, podendo acontecer por dois motivos:

  1. A marca que você está usando já está registrada por outra empresa;
  2. Alguém se apropriou da sua marca e fez o registro dela antes de você.

De qualquer forma, o uso indevido de marca pode demandar uma medida judicial, sem contar que você ainda terá que desembolsar um alto valor para indenizar o proprietário da marca. Muita dor de cabeça! 

3. Registrar prejuízos financeiros

Além dos gastos que você terá com o processo e indenizações, perder o direito de usar a marca pode trazer mais prejuízos para o seu negócio. 

Isso porque você terá que passar pelo processo de redesenhar uma nova marca, criar identidade visual, e ainda terá que investir novamente em todo o projeto de marketing. Sem contar que terá que realizar a troca da comunicação visual na fachada da empresa e retirar a marca de todos os lugares, seja no carro da empresa, no escritório ou em outros espaços.

Caso já tenha site e redes sociais, eles também terão que passar por um processo de reformulação. Você ainda irá perder todo o trabalho e tempo que dedicou e investiu para montar estratégias online para fazer sua marca se destacar, posições nos mecanismos de buscas e terá que investir novamente para ter que refazer tudo.

Baita prejuízo, né!?

4. Comprometer a credibilidade do seu negócio

Os prejuízos podem ir além do financeiro. Afinal, como sabemos, ter uma marca registrada garante credibilidade e a falta dela pode comprometer o sucesso do seu negócio.

Assim, os clientes tendem a perder a confiança nos seus serviços, desconfiando do seu profissionalismo e compromisso. Pois se os clientes pensarem que sua marca é uma cópia, todo o seu trabalho pode ser colocado em cheque. Essa desconfiança pode fazê-los migrarem para outras empresas com marca registrada e consolidadas no mercado.

5. Perder clientes

Por fim, o último risco diz respeito aos seus clientes, afinal, ao perder sua marca, você pode ver os clientes que levou tempo para fidelizar indo embora. Então como eles irão voltar a fazer negócio com uma marca que não existe mais, ou pior, está na mão da concorrência? 

Os prospects que também estavam de olho  nos seus serviços tendem a perder o interesse de fazer negócios, pois eles podem ficar confusos com a mudança, ou encarar isso como desorganização e falta de planejamento.

Lembre-se: a marca de uma empresa é um ativo intangível que agrega valor ao negócio, contribui para a credibilidade e, acima de tudo, indica profissionalismo.

Conclusão

Em conclusão, esquecer ou simplesmente optar por não registrar a própria marca pode trazer mais do que algumas dores de cabeça, afetando diretamente a lucratividade e o sucesso do seu negócio.

No caso de algumas empresas, por exemplo, os custos com demandas judiciais, indenizações e reformulação de uma marca podem causar danos irreversíveis como o acúmulo de dívidas e até mesmo a falência.

Então, registrar sua marca é a melhor forma de evitar os problemas citados acima. Assim, você garante proteção para sua empresa e seus negócios.

Por isso, não deixe para depois e realize o quanto antes o registro da sua marca. Conte com a ajuda de nossos profissionais especializados, para resolver essa questão. Entre em contato conosco e tire suas dúvidas.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email
Traduzir